sexta-feira, dezembro 14, 2012

O novo cais do Funchal



O novo cais de cruzeiros do Funchal, uma obra que está orçamentada em 17,8 milhões de euros, foi adjudicado esta semana, conforme revelou a presidente da Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira (APRAM). A empresa que ganhou o concurso é um consórcio entre a Somague e a Etermar. O início das obras está previsto para o primeiro trimestre do próximo.

A ideia de construção do novo cais acostável - um cais de cruzeiros com uma extensão de 300 metros - nasce do aproveitamento das terras depositadas na baía do Funchal pela intempérie do 20 de Fevereiro de 2010, e tem em vista permitir na face exterior a atracagem de navios de cruzeiro e na bacia interior a atracagem e operação das embarcações das atividades marítimo-turísticas. 

Mas olhando para a fotografia, tenho um fundado receio que as boas intenções desta obra poderão chocar em duas frentes. A primeira, a obstrução da vista mar aquando dos cruzeiros parqueados no novo cais, em toda a zona marítima da Avenida do Mar (um pouco à semelhança do que aconteceu na Estrada Monumental com os hotéis). A segunda é a própria segurança do porto. Julgo que não será possível proteger esta parte do porto com os gigantes quebra-mares, como os que estão na parte de trás da actual "pontinha". Pelo que estará totalmente exposto aos humores do mar. Por sua vez, atendendo ao mais recente historial da Avenida do Mar, facilmente inundada, poderão nascer mais problemas vindos da terra e das ribeiras.


Enviar um comentário