sexta-feira, outubro 20, 2006

Que belo exemplo...

Alguém quer tentar advinhar a conversa entre os presidentes?

O presidente Vladimir Putin está envolvido novamente em polémica. O jornal russo Kommersant publicou frases supostamente ditas pelo presidente russo, antes da sua reunião de terça-feira com Olmert, e após a troca de cumprimentos entre as duas delegações, quando a imprensa já abandonava a sala e o presidente achava que os microfones tinham sido desligados.

«Transmita as minhas saudações ao seu presidente. Vai, garanhão! Violar 10 mulheres! Não esperava isso dele. Surpreendeu todo a gente. Todos nós estamos com inveja», disse Putin, citado pelo jornal.

Francamente, não me admira nada que o presidente russo tenha proferido tais declarações. Putin é uma das personagens mais complexas e polémicas do início deste século. É uma espécie de evolução do novo político russo, uma mistura entre padrinho mafioso e ex-dirigente do KGB.

E o outro tem um currículo "invejável" de facto. Presidente israelita desde 2000, Moshe Katsav é suspeito, aos 61 anos, de violação de funcionárias, agressão sexual, assédio, prevaricação, obstrução à justiça, escutas telefónicas dos seus funcionários, má gestão de fundos públicos e violação de confiança. No entanto, insiste em continuar à frente da Presidência.

Que dupla...
Enviar um comentário