quarta-feira, outubro 11, 2006

Dia maldito

Cada vez mais o dia 11 é o dia maldito para os nova-iorquinos. Depois do fatídico 11 de Setembro de 2001, eis que hoje, 11 de Outubro, um infeliz aprendiz de voo, jogador de basebol Cory Lidle, enfaixou o seu avião de asas fixas Cirrus SR-20, num arranha-céus em Manhattan.

O aparelho embateu o edifício nos pisos 40º ou 41º, causando a morte imediata do seu piloto e do instrutor de võo, ferindo outras 16 pessoas, e obrigando à evacuação do prédio, bem como ao encerramento da Rua 72, no Upper East Side.

O fantasma de bin Laden foi, claro, chamado ao barulho, mas desta vez, quis o destino que se tratasse de uma casualidade cruelmente irónica.
Enviar um comentário