sábado, julho 15, 2006

A Bactéria do Rei Midas


Um grupo de investigadores australianos descobriu provas de que um pequeno micróbio poderá ter o poder de Midas, por ser capaz de transformar pó com ouro em ouro sólido, lê-se num estudo publicado na revista "Science".

Segundo a Reviste Science, os cientistas analisaram grãos de ouro de duas minas australianas situadas a mais de três mil quilómetros de distância e descobriram que 80 por cento desses grãos continham no seu interior a bactéria Ralstonia metallidurans.

Passando a lenga-lenga científica, pelo que deu para perceber, esta bactéria absorve metais pesados do solo na sua forma dissolvida e converte-os em formas sólidas, nomeadamente ouro.

Mas enganem-se os aprendizes de alquimia. Não basta despejar um balde de Ralstonia matallidurans no quintal para criar uma mina de ouro. É preciso que já exista ouro no terreno. Se não houver, a bactéria não o poderá criar.

Enviar um comentário