quarta-feira, junho 14, 2006

Ébola, Varíola.... quem quer? Vendo baratinho!


De acordo com a edição de hoje do "The Guardian", estão à venda na Internet, sequências de ADN do vírus da varíola e de outros vírus mortais.

Segundo a reportagem este diário britânico encomendou pela Internet uma curta sequência de ADN da varíola. Desde que a doença foi erradicada, há mais de 30 anos, que este virus existe unicamente em laboratórios - e segundo vários estudos mantendo a sua elevada taxa de contaminação e perigosidade. A pedido do jornal, a amostra encomendada sofreu três pequenas modificações para que se tornasse inofensiva e foi enviada para uma morada anónima em Londres.

Há várias razões legítimas para este material possa estar à venda. Permite, por exemplo, o acesso a estes vírus de investigadores que desenvolvem tratamentos ou vacinas contra os mesmos. No entanto, esta é uma indústria nova e pouco ou nada regulada, onde há empresas que vendem os "ADN's standardizados", sem qualquer registo, seja da identidade de quem as compra ou das próprias sequências vendidas.

Imaginando que eramos terroristas e interessados neste género de "armas", para construir um virus do zero, bastava encomendar vários "packs" da sequência de ADN do vírus, e por fim colá-las na ordem certa. Obviamente que este procedimento não pode ser feito numa cozinha dum apartamento nos subúrbios, mas é de reter que uma rede terrorista bem financiada (como a famosa Al-Qaeda), teria acesso a pequenos laboratórios, bem como a pessoal formado para essa finalidade.

Para além da varíola, o "The Guardian" indica ainda que fragmentos de ADN da poliomielite e da gripe espanhola (que matou mais de 20 milhões de pessoas em todo o Mundo) podem igualmente ser comprados através da Internet.

link da notícia original: The Guardian


Enviar um comentário