quarta-feira, junho 14, 2006

As "vítimas" do Katrina


Pelo menos 1,4 mil milhões de dólares destinados à assistência às vítimas dos furacões Katrina e Rita, que devastaram vários estados do sul dos Estados Unidos, serviram, entre outras coisas, para pagar férias no Havai, pelo menos uma operação de mudança de sexo e bilhetes de época para o futebol americano, concluiu uma comissão nomeada pelo Congresso norte-americano, e avançanda pela agência noticiosa Associated Press.

Entre as fraudes descobertas contam-se as histórias de uma alegada vítima que usava o endereço de um cemitério como morada e de uma pessoa que passou 70 dias num hotel do Havai. Os agentes do Gabinete de Contabilidade Governamental descobriram também um homem que usou o dinheiro destinado à assistência para mudar de sexo. Entre alguns dos produtos comprados com o dinheiro da assistência estão artigos e vídeos eróticos e o pagamento de honorários a um advogado de Houston por um processo de divórcio.

Tenho curiosidade em ouvir as justificações: "Meus senhores, eu perdi casa, família, fiquei na rua. Fiquei transtornado. Doente. O furacão mudou a minha vida. O Katrina mudou-me. Tinha de ser mulher em honra do Katrina. Era um caso de vida ou de morte!". Eu cá já vou doar mais algum dinheirinho. E vocês?

Enviar um comentário