terça-feira, março 11, 2014

126 anos para o TMBD



O Teatro Municipal Baltazar Dias comemora o seu 126º aniversário. É o 'ex libris' da cultura na Madeira, um palco de enorme magnetismo, onde milhares de pessoas já pisaram ao longo do seu século e terço de existência.

A primeira pedra foi lançada a 24 de Outubro de 1884 e a sua conclusão três anos depois, com o novinho Teatro a ser entregue à Câmara em 27 de Julho de 1887. Nessa data, para experimentar as condições acústicas da nova sala, a orquestra da Associação Musical 25 de Janeiro deu um concerto. A afluência do público foi tal, que o Diário de Notícias de 30 de Julho de 1887, depois de considerar que o teatro se apresentava em boas condições, o classificou de encantador. Depois desta data, a inauguração foi diversas vezes anunciada, a primeira das quais para o dia 16 de Outubro desse mesmo ano de 1887, data do aniversário da rainha D. Maria Pia, padroeira do teatro, mas tal não se realizou. Entre atrasos e confusões, a sua inauguração solene realizou-se em 11 de Março de 1888, com a zarzuela Las Dos Princesas, pela companhia espanhola de José Zamorano.

O teatro recebeu vários nomes desde a sua inauguração até aos dias de hoje. Primeiramente chamava-se Teatro D. Maria Pia, em homenagem à esposa de D. Luís I. Após a implantação da República mudou de nome para Teatro Funchalense. Posteriormente foi nomeado Teatro Manuel de Arriaga, antigo deputado pela Madeira e Primeiro Presidente da República. Anos mais tarde é proposta, pelo então presidente da Câmara, Fernão de Ornelas, uma nova denominação para Teatro Municipal Baltazar Dias, em homenagem ao dramaturgo de origem madeirense, designação essa que permanece até aos dias de hoje.

É um dos meus locais preferidos da cidade do Funchal. Um palco que tive o privilégio de pisar pela primeira vez em 2003 e que, sempre que posso e tenho oportunidade, lá volto. Parabéns ao Teatro e a todos que contribuíram e contribuem para que seja a nossa casa da cultura.

Enviar um comentário