terça-feira, março 19, 2013

O Dia do Pai




Hoje festeja-se o dia do Pai. Embora seja uma festa relativamente jovem (a sua institucionalização data apenas do século XX nos Estados Unidos), julga-se que a sua origem remonta à Babilónia, onde, há mais de 4 mil anos, um jovem chamado Elmesu teria moldado em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai.

Como quase todas as celebrações da actualidade, o Dia do Pai também foi tomado de assalto pelo espírito comercialista dos nossos dias. Porém, é uma data que tem alguns méritos: é um dia onde o direito do pai a estar com os seus filhos é mais relevante (com particular evidência nos casais separados); de ser uma "desculpa" para que os filhos procurem estar com os seus pais, particularmente aqueles que não se encontram ou se falam todos os dias; e de por as crianças, nas escolas, a trabalhar especificamente para este dia (muitas vezes "obrigando" os pais a irem à escola).

Felizmente tenho a felicidade de ter o meu pai perto de mim, mesmo que, um dia ou outro possamos não nos encontrar. Por isso meu pai, os meus parabéns (que são mais para mim, porque eu é que tenho a sorte de ser o filho). E como Elmesu, também eu desejo sorte, saúde e longa vida a ti, meu pai!

Enviar um comentário