terça-feira, março 26, 2013

Mais um passo para a conclusão do Estádio

(capa DN de 24-03-2013)

Este era o "pormenor" que faltava. A notícia foi manchete no Diário de Notícia de domingo, com o sugestivo título de "Jardim autoriza estádio como garantia de obras". Mas desde que o Presidente do Governo Regional havia anunciado na inauguração da Loja Museu nos Barreiros que já existia uma forma de concluir as obras, que já se suspeitava de algo do género.

De facto este é um passo importante, em termos de obter financiamento da obra. O contrato original de concessão não previa a faculdade do Marítimo poder onerar o Estádio de qualquer forma, salvaguardando porém a autorização do Conselho de Governo. Pois bem, atendendo a que o actual executivo já não tem qualquer credibilidade financeira no exterior - como bom pagador - havia que conseguir produzir alguma garantia. Essa garantia será então o próprio estádio.

Apesar de ser uma boa notícia, ainda não é suficiente para prosseguir com as obras no imediato. Isto porque o Marítimo terá que procurar junto da Banca nacional e internacional um novo financiador, o que, naturalmente, poderá levar o seu tempo - e não ser rápido o suficiente para deixar o estádio pronto (ou, pelo menos a parte já em construção), a tempo da nova temporada.

Essa solução poderá passar pelo desbloquear da tal verba de 2,5 milhões de euros, há muito retida pela Secretaria do Plano e Finanças, para pagamento do acordo feito com os empreiteiros para a conclusão da actual bancada em construção.

Aguardamos novos desenvolvimentos.

Enviar um comentário