sexta-feira, dezembro 07, 2012

Marítimo fecha com honra!



(Foto: AP Photo)

O Marítimo encerrou hoje a sua participação na Liga Europa, edição 2012/2013, com uma vitória justa sobre o Club Brugge, por duas bolas a uma. Com estes três pontos, o Marítimo termina em terceiro lugar no grupo, totalizando seis pontos, fruto de uma vitória, três empates e duas derrotas.

Fazendo então o "rescaldo" da participação verde-rubra nesta competição, inevitavelmente a conclusão terá que ser positiva. Num grupo, considerado por todos muito difícil e que só com muita sorte o Marítimo conseguiria ultrapassar, a equipa madeirense portou-se à altura. E, se pensarmos bem, foi por um golo frente ao Newcastle (a bola na barra do Roberge nos Barreiros, ou o falhanço do Fidélis em Inglaterra, no final de ambas partidas) que o Marítimo não alcançou o segundo lugar e a consequente classificação para a fase seguinte. E se ainda pensarmos que sendo a equipa mais eficaz nas partidas em casa, poderíamos ter, de facto, um ainda maior sucesso, apesar de todas as limitações que este plantel apresenta.

O Marítimo alcançou a melhor prestação das equipas portuguesas na fase de grupos da Liga Europa, onde o Sporting foi a verdadeira desilusão, e completou a sua caminhada desde a 3ª eliminatória, com apenas duas derrotas fora de portas (em dez jogos) e invicto entre portas. Pelo caminho, alcançou também a melhor prestação e classificação de sempre de uma equipa madeirense desde que esta fase de grupos foi criada em 2009.

Apenas a título de curiosidade, depois dos resultados desta jornada europeia, o Marítimo é a quinta equipa portuguesa com maior contributo para o ranking da UEFA (que recorde-se determina quantas equipas portuguesas participam nas competições europeias e em que fase), nos últimos cinco anos, numa tabela ainda liderada pelo FC Porto. Eis a tabela:
  1. F.C. Porto: 16,120 (28,9 %)
  2. Benfica: 13,829 (24,8 %)
  3. Sporting: 10,813 (19,4 %)
  4. Sp. Braga: 10,000 (17,9 %)
  5. Marítimo: 2,134 (3,8 %)
  6. Nacional: 1,416 (2,5 %)
  7. Académica: 0,667 (1,2 %)
  8. V. Guimarães: 0,463 (0,8 %)
  9. P. Ferreira: 0,250 (0,4 %)
  10. V. Setúbal: 0,143 (0,3 %)

Por tudo isto, resta dar os parabéns ao Pedro Martins e toda a sua equipa técnica, à Direcção do clube, e a todos os jogadores. Os adeptos agradecem.

Agora que venha o campeonato e o tão apetecido dérbi regional. Temos muito para recuperar.

Enviar um comentário