quarta-feira, novembro 14, 2012

Deputados em greve?



Os deputados do PSD e do CDS rejeitaram um requerimento do PS-M, apoiado pelos restantes partidos da oposição, para que a Assembleia Legislativa da Madeira suspendesse os trabalhos durante o dia de hoje, em solidariedade com a greve geral. Depois de rejeitada a proposta, PS, PTP, PCP, PND, MPT e PAN abandonaram o hemiciclo, tendo a sessão prosseguido apenas com a presença dos deputados do PSD e do CDS.

O direito à greve é um direito constitucionalmente assegurado e enquanto o assim for nada tenho a apontar sobre a legitimidade do trabalhador o exercer. O mesmo já não posso admitir face aos senhores deputados. Abandonar o hemiciclo e estar ausente de uma sessão plenária em virtude de estar "solidário" com a geve que hoje ocorre é ridículo, demagógico e, sobretudo, uma afronta a todos os contribuintes madeirenses que pagam a sua presença naqueles trabalhos. Espero que, no mínimo, sejam coerentes e não recebam o vencimento deste dia, tal e qual, todos os trabalhadores deste país que exerceram o seu direito à greve.
Enviar um comentário