sexta-feira, julho 30, 2010

António Feio: "Se pudesse matava o bicho a rir"

 
(Foto: DN)


É com muita pena que tomo conhecimento de que o actor António Feio faleceu às 23h25, do dia de ontem, no Hospital da Luz, em Lisboa, onde estava internado há cerca de duas semanas em fase terminal de um cancro no pâncreas. António Feio já havia tentado vários tratamentos para tentar debelar a doença mas a mesma acabou por se revelar fatídica.


"Se pudesse matava o bicho a rir", disse numa entrevista. Tentou, mas não conseguiu. É mais um vulto do teatro português que desaparece.

Enviar um comentário