terça-feira, junho 08, 2010

África do Sul proibida

 
(Foto: DN/Mais)


A poucos dias de começar o mundial de futebol na África do Sul, a Revista Mais do Diário de Notícias revive os dias em que os madeirenses contrariaram a vontade da ONU e foram jogar futebol ao país que agora recebe o Campeonato do Mundo.


No verão de 1983, no mesmo mês em que os sócios verde-rubros reunidos em Assembleia magna a 22 de Junho, segundo relatos da época, com a presença de mais de um milhar, 'rejeitaram por aclamação o clube único', apontando o seu como 'clube representativo' da Madeira, o Marítimo fura o Apartheid e o bloqueio internacional e faz uma partida em solo africano, defrontado a selecção das quinas de Silvino, Damas, Reinaldo, Artur e companhia.


Isto sim, é história! Não basta dizer que se é diferente para ser diferente. Saiba mais aqui.

Enviar um comentário