sexta-feira, janeiro 30, 2009

Um protesto singular

 
Os jogadores do Granada estão fartos de não receber salário. E decidiram organizar um protesto, para que toda a gente soubesse. No domingo, na partida com o Melilla, toda a equipa ajoelhou no relvado, durante um minuto, quando o jogo se preparava para começar. Solidários, os adversários limitaram-se a trocar a bola. Durante o protesto, os jogadores exibiram camisolas dirigidas ao presidente do clube: «Paco Sanz, temos de receber já.» Mas Paco Sanz nem sequer estava no estádio. Aliás, o presidente já pediu a demissão, junto com toda a direcção, estando previstas novas eleições.


Valeram os adeptos. O jogo, que contava para a II Divisão B espanhola, foi considerado dia do clube e a bilheteira rendeu 15.058 euros, que jogadores e equipa técnica dividiram entre si: 537,78 euros para cada um. No final, o Granada venceu por 1-0 e os jogadores saíram ovacionados pelo público. (in MaisFutebol)


Enviar um comentário