domingo, novembro 16, 2008

Rupturas no PSD-M

 
(Foto: Dr. Coito Pita)


A notícia da semana é claramante a demissão do Dr. Coito Pita da vice-presidência do grupo parlamentar do PSD-M na Assembleia Legislativa da Madeira. O que deixa transparecer, cada vez mais, que o ambiente que se vive no seio do partido é claramente de fractura.


Apesar da maior parte dos deputados e militantes do PSD-M garantirem que a posição do Dr. Coito Pita nada tem a ver com o 'caso Coelho', ou com qualquer discordância com a direcção do grupo parlamentar pelos Ramos (pai e filho), são públicas as muitas as divergências entre os membros da direcção do Grupo Parlamentar e os deputados 'laranja', quer na forma como aceitar, ou não, muitas das iniciativas da oposição, quer na forma como actuar em relação a Lisboa, entre muitos outros aspectos da direcção da bancada laranja.


O partido está cada vez mais corroído por dentro. As lutas por poleiro sucedem-se a um ritmo vertiginoso. Caminha para um final pouco feliz ou para uma "continuidade obrigatória pelas contingências do partido" em 2011.


 
Como nota à margem, o Presidente da Assembleia Regional da Madeira, Miguel Mendonça, incorre numa pena de dois a oito anos de prisão, por ter aprovado os requerimentos que levaram à suspensão da actividade parlamentar, e à proibição da entrada do deputado José Manuel Coelho no hemiciclo, na passada quinta-feira, depois de ter exibido uma bandeira nazi no dia anterior. Ele vai cair sozinho ou vai levar alguém com ele?

Enviar um comentário