segunda-feira, novembro 12, 2007

Para começar a semana...

Nada como duas "jóiazitas" para alegrar o dia. A primeira vem de cá dentro, mais especificamente da Assembleia da República. A segunda do outro lado do Atlântico, do país de contrates que é os Estados Unidos.

A primeira então, é a Declaração de Rectificação n.º 105/2007, da Assembleia da República publicada no DR n.º 216 SÉRIE I de 2007-11-09, que diz e passo a transcrever "rectifica a Declaração de Rectificação n.º 100-A/2007, de 26 de Outubro, que rectifica a Lei n.º 48/2007, de 29 de Agosto, que procede à 15.ª alteração e republica o Código de Processo Penal, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 78/87, de 17 de Fevereiro".

Não, não estou gagá... é mesmo assim! E segundo consta, muito provavelmente vai haver mais uma pequena rectificação à "rectificação", tudo porque o legislador deixou no CPP um estrangeirismo (algo como “sentence relative”). Copy paste? A Comissão dos Assuntos Constitucionais é que não gostou nada de ter sido gozada pelos Magistrados no que toca ao uso do estrangeirismo. Que falta de sentido de humor!


Este cartaz é cortesia do Reverendo E.F. Briggs (porque raio gostam muito os americanos de serem tratados por letras?), honorável pároco da cidade de Monongah, no estado da West Virginia. Suponho que a lógica que se depreende do cartaz é de fácil percepção. Tal e qual como a lógica do "Klu Klux Klan", da "Voz da América" ou da "Operação Himmler". Para rir e... consciencializar.

Enviar um comentário