terça-feira, agosto 28, 2007

O País do Futebol

Nélson Évora conseguiu ontem um feito extraordinário, ao sagrar-se campeão do mundo na modalidade do Triplo Salto, em Osaka, no Japão. No seio do atletismo ser-se campeão do mundo é o equivalente a ganhar o campeonato da Europa de selecções e é, sem dúvida, um marco na carreira de qualquer atleta de topo.

Mas aparentemente, para alguns iluminados da nossa terra, tal feito não se compara com a chegada de reforços com nomes estranhos das terras de Vera Cruz, sobretudo se for para vestir o equipamento das águias.

(clicar para aumentar)

Curiosamente, o Nélson Évora até é atleta do Benfica. Confirma-se que neste país ainda há os resistentes dos 3 F's salazaristas (se bem que a Família e Fátima esteja em quebra de forma), onde o futebol é realmente o ópio do povo (ou pelo menos dos jornais que o traficam)...

Felizmente, nem todos pensam assim, e há que honrar os exemplos da "A BOLA", do "PUBLICO", do "DIÁRIO DE NOTÍCIAS", entre outros, que dão o devido e merecido destaque ao nosso atleta luso, campeão do mundo. Haja visão.

Enviar um comentário