quarta-feira, abril 05, 2006

Mais sobre os "downloads ilegais"

"Downloads" ilegais: apresentadas 28 queixas-crime contra desconhecidos em Portugal

A Associação Fonográfica Portuguesa apresentou hoje, na Polícia Judiciária de Lisboa, 28 queixas-crime contra desconhecidos referentes a utilizadores de serviços de partilha de ficheiros de música através da Internet. Aparentemente o critério usado foi o do volume de faixas descarregadas.

Agora querem que a Polícia Judiciária descobra a identidade dos utilizadores de programas de troca de ficheiros de música através da Internet (tecnologia "P2P" ou "Peer-to-Peer"), mesmo tendo em conta que, nesta fase do processo, estão ainda protegidos pelo anonimato.

Eu há uns tempos apresentei uma queixa-crime contra desconhecidos, por um conjunto de crimes bem mais graves - falsificação de documentos, abuso de confiança e furto qualificado. A resposta que obtive da PJ: "sr. dr., ou dá-nos nomes ou vamos ter de arquivar o processo...". Respondi: "se eu tivesse os nomes já os tinha dado, não é verdade?!"...

Como não havia nomes... o processo foi arquivado!

Enviar um comentário