sexta-feira, outubro 28, 2005

«Israel deve ser riscada do mapa»

O Presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, reafirmou hoje que as suas propostas apelando a que Israel seja "riscado do mapa", proferidas esta semana e que originaram uma vaga de indignação por parte da comunidade internacional, são "correctas e justas".

"Eles são livres de falar mas as suas palavras não têm nenhuma validade. É evidente que se uma palavra é correcta e justa, isso provoca uma reacção", afirmou o Presidente Ahmadinejad, citado pela agência oficial Irna. "Mas essas palavras são as palavras exactas do povo iraniano", afirmou.

A Irna avança ainda que Ahmadinejad aproveitou para criticar, hoje, o "sionismo internacional e a política expansionista da arrogância mundial". "Eles pensam que o mundo inteiro lhes devia obedecer", afirmou. "Eles destroem as famílias palestinianas e esperam que ninguém se lhes oponha", afirmou, referindo-se a Israel e aos Estados Unidos da América.

Alguma vez haverá entendimento naquela zona tão sensível do globo? Atendendo a estas palavras e à imediata resposta isrealita, perspectivo grandes dificuldades em tal acontecimento. Talvez esteja na altura de reavivar os velhos duelos até à morte...
Enviar um comentário