segunda-feira, setembro 19, 2005

Chineses muçulmanos vão à mesquita

(Foto: autor desconhecido)

Os membros da minoria islâmica chinesa Hui deslocam-se para a oração na mesquita centenária de Dongguan, na província de Xining. A liberdade religiosa na China mantém-se limitada a rituais aprovados pelo Partido Comunista chinês, comprometendo os direitos humanos e a existência de minorias étnicas, denunciam os activistas chineses.
Enviar um comentário