domingo, junho 16, 2013

Muse no Porto



Finalmente consegui ver um concerto ao vivo dos Muse - que não estivesse incluído em algum festival. E levou algum tempo - desvantagens de viver numa ilha. Mas foi tudo o que eu estava à espera.

Nem parece, mas a banda de Matthew Bellamy, Christopher Wolstenholme e Dominic Howard, está quase a celebrar os seus 20 anos de carreira. E com esta longevidade de percurso, naturalmente que acontece algo sempre muito interessante e que se viu mais uma vez no Estádio do Dragão: um público muito variado, que vai desde os mais "crescidos" aos mais novos. Os velhos fãs dos Muse que tiveram de abrir mão da sua "banda secreta" aos novos fãs do Muse, todos mesmo recinto, a ouvir e ver a evolução da banda, que explodiu para o mundo a partir de "Black Hole and Revelations" (2006) e, sobretudo, de "The Resistance" (2009).


Num estádio muito bem composto, cerca de 45 mil pessoas vibraram em quase duas horas de concerto, naquela que foi a apresentação de "The 2nd Law", polvilhada com as indispensáveis "Knights of Cydonia", "Hysteria", "Time is Running Out", "Supermassive Black Hole", "The Resistance", "Uprising" ou "Starlight". E houve explosões de fogo, um robot gigante, vídeos e personagens de carne e osso. Tudo apresentado com um grande espectáculo de uma banda que sabe como poucos, conquistar um estádio! E com um destaque muito especial, já que se tratava do dia de aniversário do Matthew Bellamy.

Deixo-vos então com um cheirinho do que foi o concerto, com a "Knights of Cydonia":

 

Enviar um comentário