terça-feira, junho 14, 2011

João Rodrigues liga Madeira às Ilhas Selvagens


O velejador madeirense João Rodrigues garantiu hoje a sua entrada no Livro de Records do Guiness, depois de ter cumprido hoje a travessia mais longa num só dia em prancha-à-vela, sem paragens, entre a ilha da Madeira e as ilhas selvagens.

Partindo do cais do Caniçal por voltas das 7 horas desta terça-feira, o João navegou ao longo de 160 milhas (cerca de 296 quilómetros), a uma velocidade média de 30,5 Kms/hora, tendo concluído a sua navegação pelas 17 horas, momento em que os vigilantes do Parque Natural da Madeira lhe deram as boas vindas no cais de acesso a terra na baía das Cagarras, já em plena Selvagem Grande.

Assumindo o desafio de realizar a mais longa travessia à vela, numa prancha, em mar aberto e sem referências visuais, o mais olímpico dos velejadores portugueses - tem cinco participações nos Jogos Olímpicos - procura divulgar o património natural português e chamar a atenção para o trabalho de conservação desenvolvido pelo Parque Natural da Madeira nas suas várias reservas naturais, assim como para a vastíssima biodiversidade das Ilhas Selvagens, superior à das ilhas Galápagos, como há muito afirmou Charles Darwin.

Esta iniciativa integra o programa das comemorações do quadragésimo aniversário da criação da Reserva Natural das Ilhas Selvagens, a primeira reserva natural de Portugal.

Portanto, estão os dois de parabéns: o João Rodrigues pelo grande feito e o Parque Natural da Madeira, pelo excelente trabalho desenvolvido ao longo das últimas décadas!
Enviar um comentário