terça-feira, agosto 24, 2010

Tragédia no Porto Santo

 
(Foto: ColomboPress)


Um morto, dois feridos muito graves e um cenário de pânico generalizado, é o dramático balanço da queda de uma palmeira centenária, em pleno centro da Vila Baleira, ontem no Porto Santo, onde o PSD realizava a sua habitual rentrée política.


Já hoje, o presidente da Câmara do Porto Santo, Roberto Silva, afirmou que a queda da palmeira tinha as "raízes completamente podres". Perante tal conclusão só posso fazer minhas as palavras de Raimundo Quintal que, disse hoje, que a queda de uma palmeira representa "negligência e falta de cultura de prevenção".


Definitivamente um annus horribilis para a Madeira. Bruxa ou caso de desleixo natural? Só o tempo o dirá...

Enviar um comentário