sexta-feira, agosto 20, 2010

À espera de um milagre

 
(Foto: Octávio Passos / ASPress)


O Marítimo perdeu na Bielorrússia, frente ao BATOR, na 1ª mão dos playoff da Liga Europa. É um resultado falso, até pelo pendor do jogo, mas expressa a falta de qualidade do sector defensivo da equipa e da grande ausência de um matador. João Guilherme e Robson foram demasiado permissivos e desconcentrados, e Marcelo tarda em dar confiança aos homens à sua frente (são já 11 golos sofridos em cinco jogos oficiais), e Babá voltou a mostrar que é demasiado perdulário no ataque.


A esperança é sempre a última a morrer mas a desvantagem de três golos mostra-se uma tarefa hercúlea a ultrapassar nos Barreiros, e já são poucos os maritimistas a acreditarem que o seu clube estará no sorteio da fase de grupos da Liga Europa.

Enviar um comentário