sexta-feira, dezembro 07, 2007

D.O.A. a quem doer...

Ontem à noite, caso raro, apanhei-me com algumas horas livres sem absolutamente nada para fazer. Aproveitei o balanço e decidi ver um filme. O escolhido foi um filme que, se não fossem as suas meninas, teria passado quase despercebido por Portugal. "D.O.A. - Dead or Alive", é o título homónimo de uma série de jogos de computador da japonesa Tecmo, lançado pela primeira vez em 1996, no seguimento de outras sucessos como "Street Fighter", "Virtua Fighter" ou "Mortal Kombat". O grande destaque do jogo e em parte responsável pelo seu sucesso (e polémica se quisermos) eram as personagens femininas do jogo, e o filme não foge à "regra".

Em termos puramente cinematográficos é um filme fraco, com um argumento retirado de um pacote de cereais, ao pequeno-almoço, depois de uma noite de farra. No entanto, tecnicamente, o filme é impecável, com uma fotografia apelativa e uma coreografia de lutas excelentemente bem executada. E claro, várias mulheres muito... interessantes, com particular destaque para a australiana Holly Valance.

Portanto, se quiserem passar um tempo com o cérebro desligado, a apreciar belas paisagens, combates e... senhoras, recomendo este "D.O.A.". E olhem que até nem doi nada.



Enviar um comentário