sexta-feira, agosto 17, 2007

Uma questão de prioridades, obviamente...


Hoje de manhã ouvi duas notícias muito "interessantes" na rádio, todas relacionados com o Porto Santo. A primeira relatava que a Sociedade de Desenvolvimento do Porto Santo (SDPS) tem um novo projecto em mãos, já abalizado pelo Governo Regional, que apenas aguarda o aval (leia-se dinheiro) da Presidência. Devido ao sucesso (segundo consta, parece que foi mesmo, embora das vezes que lá estive aquilo estava sempre vazio), que foi o campo de golfe do Porto Santo, já está em marcha a 2ª fase do projecto que, na prática, é a construção de mais um campo de golfe, e hotel de apoio.

Entretanto, enquanto matutava na grande e real necessidade do povo do Porto Santo ter um segundo campo de golfe, compactado num espaço de 14 km2 de comprimento, chegou-me aos ouvidos que o Festival Colombo (uma cerimónia que pretende recriar memórias, cenários e figuras susceptíveis de comporem um quadro geral de espectáculo e de festa, capazes de evocar a figura do navegador genovês e sua ligação à ilha do Porto Santo, sobre o pano de fundo histórico que é a época e a gesta dos Descobrimentos! Ufa...), está em risco de não se realizar.

E isto porque a Secretaria Regional do Turismo e Cultura/Direcção Regional dos Assuntos Culturais (DRAC) não tem verba para alugar a nau Santa Maria (peça importante em todo o festival, já que não faz muito sentido o Colombo atracar na ilha no Lobo Marinho... embora até fosse uma ideia curiosa!). Não há forma de mandar uns troquinhos do golf para o festival? Fazem menos um quarto no hotel ou quem sabe menos um buraco no campo...

Enfim... em vez dos Portossantenses (e visitantes) terem dois dias de espectáculos de qualidade na área da animação, do teatro e da música, de terem um festa popular e divertida... vão todos jogar golf! Faz sentido, é uma questão de prioridades. É melhor o Colombo começar a treinar golf...

Enviar um comentário