terça-feira, agosto 01, 2006

Voluntários procuram-se...


Cientistas russos anunciaram que estão a aceitar a inscrição de voluntários, do país e do estrangeiro, para participarem num projecto de simulação terrestre de um voo a Marte, que durará pelo menos um ano e meio.

Segundo o Instituto de Problemas Médico-Biológicos da Academia de Ciências da Rússia, que apresentou o projecto em Janeiro de 2004, as inscrições estarão abertas até 31 de Dezembro.

A experiência, intitulada "Marte-500", que conta ainda com a colaboração da Agência Espacial Europeia (ESA) e possivelmente da NASA, deverá começar no último trimestre de 2007 e durará pelo menos 520 dias, até um máximo de 700. A tripulação seleccionada será formada por um comandante, um engenheiro de bordo, três cientistas de várias especialidades encarregados das investigações e um cirurgião.

Entre os candidatos serão seleccionados seis que vão passar a maior parte do tempo fechados num simulador de voos espaciais. Estes deverão ter entre 25 e 50 anos, boa saúde, educação superior e domínio do Inglês a nível técnico e de comunicações, sendo dada preferência a profissionais das áreas de medicina, biologia, engenharia e informática.

Durante 17 meses, com reservas de três toneladas de água e cinco de comida, estes voluntários viverão em condições mais ou menos semelhantes às de uma expedição a Marte no interior de um conjunto de módulos espaciais de 550 metros quadrados. Durante o voo não faltarão simulacros de avarias para pôr à prova a capacidade da tripulação de superar problemas técnicos inesperados e situações de stress.

Um dos módulos reproduzirá as condições marcianas para um eventual desembarque de três astronautas numa missão de até um mês, após 250 dias do voo Terra-Marte e antes do regresso, que durará outros 240 dias.

Os voluntários, cujo principal canal de comunicação com o centro de controlo terrestre será o correio electrónico, só poderão abandonar a experiência em casos extremos de doença grave ou crise psicológica.

Alguém está interessado?
Enviar um comentário