terça-feira, maio 30, 2006

Rock in Rio Lisboa 2006 - Day 2:

"November Rain", com Axl ao piano, em pleno "RIR" Lisboa 2006

Dia 2. Dia de "Guns N' Roses". No fundo, a par de Jamiroquai, o verdadeiro motivo da minha presença no Rock In Rio Lisboa.

Como tudo na vida, a experiência é lei, e depois de um dia anterior extenuante, já fomos bem mais preparados para o que nos esperava no Parque da Bela Vista. Águinha na sacola (mesmo que "obrigados" a usar umas técnicas de camuflagem e disfarce), umas sandezinhas e trajando já a t-shirt "Eu fui" da praxe.

Primeira preocupação: arranjar lugar - boa visibilidade era o requisito essencial. E felizmente o objectivo foi conseguido. Quando chegamos a brasileira "Pitty" estava quase a começar. Num encontro entre Avril Lavigne e Muse, embora sem entusiasmar, o grupo cumpriu e mostrou-se a Portugal. Tenho a impressão que brevemente ouviremos falar mais de "Pitty".

De seguida vieram os portugueses "Xutos & Pontapés". E o grupo de Tim e companhia, após 25 anos de estrada, continuam a arrastar legiões de fãs. E bem o merecem. Misturando as novas músicas do musical "Sexta-feira 13", com os sucessos antigos, conquistaram mais uma vez o público presente (que ia aumentando com o passar da hora). Cumpriram e mostraram que estão para as curvas.

E enquanto já se suspirava pelos Guns, surge-nos o novo sucesso em terras de Sua Majestade: os "The Darkness". Deste grupo apenas conhecia duas músicas, que por curiosidade, até gostava. E à que dizer que o banda britânica tem um óptimo som, com intérpretes de excelente qualidade. Apenas a voz de falsete do seu vocalista principal é que, no meu entender, destoa. Quer dizer, não é que cante mal, mas tanto guinchinho agudo, ao fim de algum tempo, ou cansa, ou provoca gargalhada. Mas enfim... já tivemos Bee-Gees... por isso, enfim!

E finalmente... após 12 anos de espera. Após 30 minutos de montagem de palco, eis que surgem no meu raio de visão, pela primeira vez, os Guns n' Roses!!!! Tá bem... o Axl Rose e os novos membros dos Guns n' Roses. Não há Slash, nem Izzy, verdade. Mas há outros e por sinal, bem talentosos! E para quem achava que eles estavam mortos e enterrados, o concerto provou o contrário! E que dizer daqueles acordes iniciais do "Welcome to the Jungle"... só de pensar já me dá arrepios!!!

Eu cresci a ouvir Guns n' Roses e, digam o que disserem, que o Axl já não possui a voz doutrora, que os novos no grupo não têm o carisma dos anteriores, para mim pouco me importa. Assisti a um concerto fantástico, com as músicas que eu ainda oiço, apoiadas num espectáculo pirotécnico notável. Este concerto ficará na minha memória nos tempos vindouros! E poderei dizer aos meus filhotes (quando os tiver, é claro)...

... meninos, eu vi GUNS N' ROSES ao vivo! E se eles disserem... "quem"??? ... vão para o calabouço, a pão e água! Heresia!!!

Enviar um comentário