quinta-feira, março 16, 2006

Limpar os ossos

(Foto: Armin Weigel/AP)

O especialista Pino Voelkl trabalha no esqueleto de um pequeno dinossauro predador no museu arqueológico Jura, em Eichstaett, na Alemanha. Até à descoberta deste exemplar – o mais bem preservado alguma vez descoberto na Europa – não se conheciam predadores semelhantes. O animal media 75 centímetros e viveu durante o período Jurássico, há 150 milhões de anos.

Enviar um comentário