segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Jessica Alba - Cidadã do Mundo


Californiana de nascimento, cidadã do mundo por origem. Tem sangue latino, indiano, dinamarquês e britânico nas veias, uma verdadeira mistura do melhor que o mundo tem para oferecer.

Jessica Alba, nasceu a 28 de Abril de 1981 em Paloma, uma pequena localidade da Califórnia. Apenas com 12 começou a ter aulas de representação. Não durou muito para ser escolhida pela primeira vez para entrar num filme. Foi em 1993 com o filme "Camp Nowhere".

A carreira de Jessica Alba tem sido dividida entre a televisão e o grande ecrã. Fez anúncios comerciais, e em 1994 participou na série da Nickleodeon "The Secret World of Alex Mack". No ano seguinte voltou ao cinema com "Fliper". O filme foi um sucesso e originou uma serie televisiva, igualmente bem sucedida, que a manteve ocupada até finais de 1997. Em 1998 ainda na televisão fez "P.U.N.K.S." e apareceu em "Brooklyn South", chegando mesmo a participar em episódios de "The Love Boat" e "Beverly Hills 90210". Em 1999, nova participação na grande tela, ao lado de Drew Barrymore em "Never Been Kissed" e e ainda em "Idle Hands".

Mas foi apenas em 2000, que Jessica Alba se deu a conhecer ao mundo. A série de James Cameron, "Dark Angel", lançou-a para o estrelato, com particular destaque nos Estados Unidos.

A sua crescente popularidade, e as suas "curvas" de encher o olho, fizeram com que surgisse no 1º lugar da lista das 100 raparigas mais sexys para a revista "Maxim", e tudo com apenas 20 anos de idade.

O ano passado foi para Jessica Alba o confirmar de que não era apenas mais uma carinha bonita em Hollywood. Foi uma das estrelas do cartaz de "Sin City", de Robert Rodriguez, e foi "Sue Storm" no quarteto do blockbuster "The Fantastic Four". Em 2005 ainda a vimos em todo o seu esplendor em "Into The Blue".

Aos 25 anos, já com dez anos de carreira divididos entre o cinema e a televisão, Jessica Alba é já vista como uma das mais promissoras actrizes norte-americanas e devem haver poucos produtores em Hollywood que não queiram contar com os seus serviços.

Enviar um comentário