segunda-feira, outubro 10, 2005

Autarquias 2005...

Já são meia-noite e qualquer coisa. Tenho andado desde as 21 horas a ver e ouvir as projecções, espectativas, resultados, reacções e entrevistas. O povo português foi hoje (ontem) às urnas. E votou. Votou bem?

Segundo as estatisticas comparativas, os resultados embora relativamente iguais às eleições de 2001, consagram o PSD como o partido vencedor. No total nacional previsível, até este momento, o PSD consegue 116 câmaras, contra as 93 do PS. O PCP/PEV é o terceiro mais votado conseguindo 29 Câmaras. Nos duelos mais acessos, Rui Rio manteve a presidência no Porto enquanto que Carmona Rodrigues venceu a batalha de Lisboa. O que significa que isto vai ficar tudo na mesma.

Destaque negativo para as vitórias dos novos independentes, mais conhecidos como os "arguidos". Valentim Loureiro, Isaltino Morais e Fátima Felgueiras ganharam as suas câmaras, respectivamente Gondomar, Oeiras e Felgueiras. Sinceramente não sei o que dizer.

Cada vez mais julgo que o povo português, na sua generalidade, é totó!! Como é possível isto acontecer? Como é que pode alguém, que tem processos criminais em pleno trânsito judicial, concorrerem a um cargo público? E ainda por cima são eleitos? Faço minhas as palavras de Michael Moore: "shame on you" gentes de Gondomar, gentes de Oeiras e gentes de Felgueiras. Vá lá que nem todos são cegos... ao menos o Avelino Ferreira Torres perdeu em Amarante...

Na Madeira, por entre os 11-0, que o PSD inflingiu à triste campanha do PS de Carlos Pereira, e apesar do PSD manter a maioria absoluta, o destaque vai inteirinho para as duas novas cores na Vareação da câmara do Funchal, repartidos entre o CDS/PP e a CDU, graças a uma estratégia de campanha concisa e inteligente.

Na parte que me toca, ao Dr. Ricardo Vieira endereço os meus parabéns. Bravo.
Enviar um comentário