sexta-feira, setembro 16, 2005

Reconstrução histórica

Nova Orleães: Bush admite falhas nos serviços de socorro

O Presidente norte-americano George W. Bush prometeu que a "grande cidade" de Nova Orleães será reconstruída, num esforço que poderá ascender aos 200 mil milhões de dólares. "Não é possível conceber a América sem Nova Orleães", afirmou.

Bush exigiu uma revisão completa dos planos de emergência em caso de atentados e de catástrofes naturais, admitindo falhas nos serviços de socorro após a passagem do furacão "Katrina" pela cidade de Nova Orleães, que o Presidente americano quer ver novamente reerguida através de um esforço de reconstrução que será totalmente pago pelos fundos estatais.

George W. Bush, que falou diante da catedral de Saint-Louis, reconheceu que a Administração americana não esteve "à altura" do drama provocado pelo furacão "Katrina", cuja passagem pelos Estados Unidos, no dia 29 de Agosto, matou pelo menos 792 pessoas, segundo um balanço provisório.

"Quando o governo federal falha no cumprimento de uma obrigação, eu - enquanto Presidente - sou responsável pelo problema, e pela solução".


Pois é. Agora é preciso limpar a muito má imagem que a devastação da cidade de Nova Orleães deixou sobre o Governo norte americano e sobretudo sobre a figura do seu presidente. No entanto, esta solução "à americana" não deixa de ser um bom começo.
Enviar um comentário