quarta-feira, junho 20, 2012

As alterações ao Código do Trabalho em voz




Com a promulgação pelo Presidente da República das alterações alcançadas em sede de concertação social, os trabalhadores assistem agora a uma pequena revolução com as alterações ao código de trabalho. Daquilo que do ponto de vista interessa aos trabalhadores: vão ter menos férias e feriados, o banco de horas é alargado e o trabalho extraordinário pago pela metade. O despedimento torna-se (relativamente) mais acessível e o valor das indemnizações calculadas pela antiguidade irá ser mais reduzido. 

A Renascença falou com o secretário de Estado do Emprego, Pedro Martins, que esclareceu alguns pontos mais sensíveis.


Enviar um comentário