quarta-feira, julho 06, 2011

Flama no Parlamento... afinal só faltava ali mesmo!

(Foto: SAPO)

O Parlamento regional tem sido pródigo em exibições de índole menos... próprias. Hoje, a exibição, no palanque da ALM, de uma bandeira da FLAMA, pelo deputado do PND, levou à interrupção dos trabalhos parlamentares.

Tal como Coelho e a sua bandeira nazi, também António Fontes pretendia demonstrar um ponto. Neste caso é que tinha sido "cometido um crime contra o Estado", com a colocação de várias bandeiras da FLAMA no dia 1 de Julho. Acusou o Diocese e o Jornal da Madeira de terem sido cúmplices, ao publicar artigos, na véspera, nos quais era perguntado se a organização independentista, responsável por atentados bombistas na década de 1970, não teria razão. Fontes também mostrou cópias de artigos em que era referida a questão da independência. Não se pode dizer que tenha falhado e a notícia é já nacional.

Assim como o enterro da independência...
Enviar um comentário